Está acontecendo em Porto Alegre, do 17 ao 21 de novembro, a Semana ARP da Comunicação 2014, com o tema “Marca sólida, conteúdo líquido” e uma série de apresentações e workshops para todas as áreas da propaganda. Hoje, dia 19, estivemos lá bem cedinho para assistir a palestra “Se o conteúdo é líquido, o copo é de shot”, do redator Caio Andrade.

Do início ao fim de sua apresentação, Caio reiterou uma espécie de fórmula para criar e incentivar, de forma geral, interação entre as pessoas:

Pergunta + Convite = Diálogo

Com essa premissa na mesa, o redator apresentou o case do tumblr Recomende um Ex, criado por ele e mais dois amigos. Mais de 3.000 pessoas participaram e compartilharam a página, que rapidamente ganhou espaço em diversos blogs, rendeu entrevistas ao GNT e ao Agora é Tarde. Caio diz não saber como o tumblr se propagou tão rápido, mas tudo partiu dessa ideia de que o convite para responder uma pergunta inicia uma conversa, uma interação.

A roda já foi inventada, porque inventar outra?

Na sequência, Caio falou sobre o poder das ideias simples e sobre a facilidade de colocá-las em prática hoje em dia, o que guiou o resto da apresentação. O redador salientou que uma boa ideia não depende, necessariamente, de uma mega verba, meses de produção e uma equipe imensa.

Segundo ele, executar uma ideia é fácil, e exemplificou citando o conceito MVP, Produto Mínimo Viável (ou, em inglês, Minimum Viable Product), que consiste na versão mais simples de um produto que pode ser lançado com uma quantidade mínima de esforço e tempo de desenvolvimento.

Os processos do MVP a partir de uma ideia.

Os processos do MVP a partir de uma ideia.

O redator, então, apresentou mais um dos seus cases, o Furniture Fellowship. A ideia surgiu enquanto Caio fazia um intercambio na Suécia e tinha dificuldades para fazer amigos. Então gravou um vídeo (no notebook mesmo) contando a história dele e se oferecendo para ajudar as pessoas a montarem os móveis que comprovam na Ikea. Em troca, essas pessoas deviam convidar ele para tomar uma cerveja. Resultado:

“Passei quase dois meses jantando de graça e não montei nenhum móvel!”

Ele não precisou contratar uma produtora de vídeo, não precisou de uma câmera, equipamentos, plano de mídia, nada. Gravou o vídeo, publicou no YouTube e, mais uma vez, a repercussão nas redes sociais e na mídia foi muito grande. Rendeu até convite para um programa de rádio. “Precisei de um vídeo e cara de pau para fazer isso”, disse.

Caio ainda falou sobre outros temas e apresentou outros cases, todos feitos a partir de ideias simples e com um custo de produção baixíssimo, como o Skip Ad e o Not on App Store, ideia que alcançou mais de 50 países gastando menos de 10 reais. Para conhecer um pouco mais sobre esses projetos e ver tudo o que ele já fez (você possivelmente já deve ter ouvido falar sobre o tumblr Tinder na Suécia, que também é dele), dá para conferir o portfólio do cara no Behance ou no site hicaio.com.

Not on App Store