A busca por sintomas e diagnósticos online, por mais comum que seja, não é recomendada por grande parte dos médicos e especialistas. A quantidade de fontes não confiáveis é imensa e fazer isso pode preocupar, mais do que ajudar. Pensando nisso, a DDB de Bruxelas fez uma campanha no Google AdWords para conscientizar os usuários que fazem esse tipo de busca. Segundo o vídeo case da campanha, 75% dos usuários procuram sintomas no Google.

A campanha no Google AdWords funciona assim:

A agência identificou os 100 sintomas mais procurados pelos internautas da Bélgica e criou anúncios para os termos. Quando a pessoa faz uma busca por um deles, o primeiro resultado que é visualizado diz Don’t google it (em português, “Não busque no Google”). A landing page encaminha o usuário para uma página com uma lista de fontes confiáveis.

Campanha no Google AdWords adverte contra a busca por sintomas

O resultado da campanha no Google AdWords da DDB

A ação, feita para o governo da comunidade flamenga, na Bélgica, também conta com dois vídeos bem-humorados mostrando os males que uma busca dessas pode causar, que também são exibidos na URL de destino. O case é um exemplo prático de que é possível ser criativo fazendo uma campanha no Google AdWords!

Confira os vídeos abaixo: