Como já está mais do que comprovado, o marketing e as diferentes formas que se pode adotar na sua prática oferecem um amplo leque de possibilidades para se alcançar uma variedade enorme de resultados, principalmente nesta era digital em que vivemos. Atualmente, temos visto também que a Internet tem sido bastante importante na divulgação e no engajamento de usuários em causas sociais e é nesse panorama que Marketing de causa se destaca como aposta em uma meta solidária ou de conscientização.

Internet e Marketing de causa

Internet e Marketing de causa

O Marketing de causa é, portanto, uma alternativa para a empresa ou marca contribuir com uma causa social concreta, que de alguma forma esteja associada a sua imagem, produto ou filosofia e, sendo assim, a promova. Deste modo, todos ganham: quem precisa de ajuda, a empresa/marca que realiza a campanha e o consumidor que pode ajudar.

É claro que nem toda ação deste tipo tem êxito garantido, já que às vezes é fácil afastar-se do conceito e não ter uma execução eficiente. Em razão disso, é importante ter em mente dois pontos básicos:

– A causa deve ser coerente com a marca/empresa e seus valores.

 – A transparência é fundamental na hora de transmitir a mensagem para buscar uma conexão emocional verdadeira com o público.

 

Ações de sucesso

 

A campanha da Campofrío, uma empresa espanhola do ramo alimentício, propôs que a cada mensagem publicada com a hashtag El Curriculum de Todos nas suas Redes Sociais (Facebook e Twitter) doaria 1 euro para a Cruz Vermelha.


Já a marca de preservativos Durex criou uma ação com o objetivo de conscientização em relação a Aids. A cada tuíte compartilhado com informações sobre o HIV com a hashtag #1share1condom, a empresa doava um preservativo a um projeto ou associação contra a Aids ao redor do mundo.