Escrito por: Guilherme Cardoso*

Antes de falarmos sobre o Webflow, gostaria de me apresentar. Me chamo Guilherme Coelho Cardoso e tenho 23 anos de idade. Estou iniciando minha jornada na BigHouseWeb, agência digital na qual comecei meus trabalhos no mês de fevereiro de 2017. Junto com o início da minha carreira nessa área, estou iniciando também meu ensino superior em Sistemas para Internet na faculdade UNISUL, da grande Florianópolis, cidade onde a BHW também possui uma filial. Agora que fiz uma breve introdução sobre mim, vou falar sobre uma das ferramentas na qual irei utilizar nessa jornada: o Webflow.

O Webflow foi criado pelos irmãos Vlad e Sergie Magdalin. Ele oferece aos profissionais uma forma rápida e simples de desenvolver páginas adaptáveis. Com o Webflow é possível criar sites para desktop, laptops, tablets e smartphones (adaptável ao landscape). Designers que terceirizam seu trabalho focam em ferramentas como Photoshop ou Illustrator para criação de projetos, mas o webflow oferece um editor visual que permite personalizar layouts responsivos e definindo estilos que suportaram o site. 

Webflow

Figura 1 – Exemplo de criação de uma página inicial na versão desktop

Com o Webflow é possível trabalhar com sombras, gradiente e texturas, criando efeitos em imagens e animações do tipo “transitions” utilizando todos os recursos do CSS3. Os códigos fontes do Webflow como HTML, CSS, JAVA SCRIPT podem ser exportados para serem carregados diretamente em seu servidor, assim obtendo uma codificação limpa e eficiente dos códigos. 

Figura 2 – Exportação dos códigos do Webflow direto para o seu computador


Você pode se interessar por esses posts:

WordPress, iniciando e conhecendo a plataforma: theme

WordPress, conhecendo as ferramentas externas: plugins

Landing Pages para conversão: um teste A/B para validar alternativas


O aplicativo em si é muito interessante e fácil de trabalhar. Por ser novato nesta área, considero esta ferramenta ideal para os iniciantes. Com o Webflow,  é possível aprimorar os conhecimentos em HTML, pois ela engloba todas as funcionalidades possíveis, seja CSS, JAVASCRIPT e afins.

Além disso, através do Webflow é possível estruturar o código para que ele fique dentro dos padrões WEB atuais e totalmente organizado, já que a ferramenta possui componentes visuais que permitem tal facilidade.

Até a próxima!

*Guilherme Cardoso é Desenvolvedor Jr. na BigHouseWeb