Nos últimos tempos, a crise é um assunto frequente para boa parte dos brasileiros. Retração da economia, aumento da inflação e alta do dólar são os principais motivadores de todo esse buzz em torno do tema.

É inegável que estamos vivendo um período complicado no país, mas existem várias maneiras de continuar investindo no crescimento da economia durante recessões, e uma delas é o investimento em marketing digital. Se você leu sobre as lições de Steve Jobs para superar crises, já sabe que alguns fatores são essenciais para dar a volta por cima ou até mesmo para evitar que sua empresa passe por apuros.

É importante destacar que existem diversas ferramentas de marketing digital que podem alavancar suas vendas e proporcionar a divulgação da sua marca e produtos, e todas essas possibilidades estão ao seu alcance.

Está preocupado com o futuro dos seus negócios? Então confira nossa lista com 4 sinais de que você precisa do marketing digital para melhorar suas vendas e superar a crise.

4 sinais de que você precisa do marketing digital para superar a crise

1 – Tenho um site, mas ele está defasado

Marketing Digital: Sites responsivos podem aumentar suas vendasO principal problema de um site antigo é a ausência de responsividade, ou seja, ele não se ajusta automaticamente ao formato de tablets e smartphones, os quais já representam cerca de 35% das vendas do comércio eletrônico mundial.

A navegabilidade do seu site é essencial para o seu sucesso na internet. Deixá-lo com uma experiência de uso prazerosa e confortável é como fornecer ao visitante corredores largos e limpos e prateleiras espaçosas e bem iluminadas. Os produtos ficam acessíveis e a experiência de compra é perfeita.

No entanto, essa experiência pode acabar sendo frustrante quando se acessa um site antigo, que não está preparado para ser visualizado em uma tela de 3 ou 5 polegadas, formato mais popular dos celulares nos últimos anos. Os textos ficam muito pequenos e os botões difíceis de serem clicados, dificultando o processo de compra do seu cliente.

Fazendo um site responsivo, ele será carregado mais rápido, os textos ficarão do tamanho apropriado para a leitura e os botões facilmente clicáveis através das touch screens (telas sensíveis ao toque). Dessa maneira, você possibilita uma navegação rápida, mostra seus produtos adequadamente e transmite total confiança ao visitante do seu site.

Investir na renovação do seu site é muito mais do que apenas preocupação estética: o marketing digital também se relaciona com o cuidado com a imagem da sua marca e com a satisfação do seu cliente em cada detalhe que envolve o produto ou solução oferecida.


Você pode se interessar por estes posts:

O futuro do design responsivo
INFOGRÁFICO: A história do web design


2 – Não tenho uma plataforma de e-commerce

Marketing Digital: e-commerce é essencialVocê vende diversos produtos e ainda não tem uma plataforma de vendas pela internet? Saiba que você pode estar perdendo potenciais clientes por não ter uma plataforma de e-commerce. Segundo reportagem do G1, só nos primeiros quatro meses deste ano, apesar da crise, o setor apresentou um grande crescimento e faturou R$ 12 bilhões no país.

Para ficar mais claro: as plataformas de comércio eletrônico são os sistemas nos quais sua loja virtual será construída, e podem ser divididas em duas categorias: código fechado e código aberto.

No primeiro caso, uma empresa irá hospedar sua loja virtual, cobrando uma taxa mensal e oferecendo suporte dedicado. No segundo, uma empresa vai fornecer o software para a sua loja, mas a hospedagem fica totalmente por sua conta. Para cada caso, existem prós e contras, então o ideal é identificar qual é mais indicado para as suas necessidades antes de escolher uma opção.

A escolha da plataforma ideal para o seu negócio é uma importante decisão no processo de implementação do seu e-commerce. Optar por uma plataforma definirá aspectos como o custo de operação da sua loja virtual, a manutenção do serviço e o suporte técnico, por exemplo.

Para te ajudar nesse processo, confira aqui um artigo com as principais características das plataformas de comércio eletrônico mais conhecidas do mercado e escolha a mais adequada para a sua empresa.


Você pode se interessar por este post:

5 dicas para criar um e-commerce mais eficiente


3 – Tenho um e-commerce, mas as vendas estão em baixa

Marketing digital para aumentar vendas do e-commerce Se você já trabalha com comércio eletrônico, existem várias maneiras de turbinar suas vendas com o marketing digital. Campanhas de email, Google Adwords, SEO e remarketing são as principais e mais conhecidas, mas outras otimizações podem ser feitas no seu site para aumentar as conversões.

Porém, é na preocupação com os detalhes que você pode acabar se destacando dos concorrentes. Um e-commerce com navegação fluida, intuitiva, que transmita credibilidade e que apresente informações acessíveis, por exemplo, pode aumentar suas chances de efetuar uma venda e, é claro, expandir a visibilidade do seu negócio.

Respeitar prazos de entrega, facilitar o contato para responder dúvidas, flexibilizar formas de pagamento e oferecer uma comunicação clara e objetiva em todas as etapas que compreendem a venda e o suporte são maneiras de conquistar um cliente e garantir uma boa divulgação do seu site.

Além de fidelizar o cliente, a satisfação com a sua loja virtual pode melhorar expressivamente suas vendas, pois um comprador satisfeito certamente irá retornar para futuras aquisições. Depois disso, ele também pode acabar indicando seu site para pessoas próximas, pois confia nos seus serviços.


Você pode se interessar por este post:

11 aspectos que os consumidores não perdoam em um e-commerce


4 – Ainda não utilizo estratégias de email marketing

Marketing digital: email marketingAs campanhas de email marketing podem ser utilizadas de diversas maneiras. Você pode apresentar produtos, soluções, conteúdos interessantes e demais possibilidades oferecidas pelo seu negócio. O email marketing também é uma forma de manter o relacionamento com o seu cliente sempre aquecido.

Recentemente, a equipe aqui da BigHouseWeb fez o curso de certificação em marketing digital da Resultados Digitais, e aprendemos importantes lições sobre o Inbound Marketing. Uma das técnicas que vimos no curso da RD e que já estamos colocando em prática é a automação de marketing, que é uma alternativa simples para gerenciar, nutrir e se relacionar com uma base muito grande de leads.

A automação consiste em enviar emails programados para listas segmentadas de leads, informando, aquecendo e mantendo contato com possíveis clientes. Com a automação de marketing, podemos gerenciar a base de leads e interagir com ela de uma forma mais personalizada e escalável. Ela permite, ainda, entender o interesse do lead e dar a ele as informações necessárias para qualificá-lo e transformá-lo em um potencial cliente no futuro.

Estamos empolgados com as possibilidades que a automação de marketing oferece para a gestão de leads, e assim que tivermos novidades sobre o assunto, contaremos aqui. Fique ligado!

Precisa de ajuda com plataformas de e-commerce, desenvolvimento de sites ou marketing digital? Nós podemos te ajudar!
Se você ficou com alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato pelo email contato@bighouseweb.com.br.

Curta nossa fanpage e acompanhe as atualizações do blog!