mercado do marketing digital

Por que o marketing digital faz todo o sentido para o mercado de hoje? Nós elencamos algumas questões para que você entenda o comportamento do consumidor de hoje. Mais autônomo, temos assistido seu perfil de comprador se transformar ao longo do tempo. E o mercado do marketing digital acompanhou essa metamorfose para satisfazer as necessidades desse comprador.

(Santa internet, transformando mentalidades…)

Entenda o mercado do marketing digital de forma mais abrangente sabendo o que espera o consumidor da atualidade:

Ele quer que você saiba que ele não é mais um consumidor passivo

Falar que “ele não é mais um consumidor passivo” remonta tempos passados, quando mecanismos como Hollywood e outros “ditadores” mais abstratos regulavam o consumo, tanto em oferta quanto em procura.

A internet popularizou o mercado de nichos e por isso ampliou as possibilidades de compra, deixando as pessoas mais livres e mais autônomas nas relações de compra.

É uma das principais justificativas do sucesso do mercado do marketing digital.   

 

Ele quer te dizer que ele é o protagonista do processo de compra

(Entenda: Ele está no comando, agora…)

O mercado do marketing digital dá espaço para o consumidor em vez de esmagá-lo ou sufocá-lo.

Ele não quer mais ser interrompido em sua vida para ouvir o que você tem a dizer sobre o seu produto ou serviço.

Como bom protagonista do processo, só ele conhece as próprias demandas e, portanto, é o único que pode determinar quando sua propaganda/divulgação será útil e bem-vinda pra ele.

Ou não.

 


Você também pode gostar de:

A importância do E-mail Marketing para as empresas

E-mail Marketing: 4 dicas para aumentar a taxa de conversão de suas campanhas

A cultura da inovação nas empresas


Ele quer que você faça a diferença

A informação popularizou e a mentalidade das pessoas expandiu, justificando a existência do mercado do marketing digital.

Hoje elas têm acesso à muito conhecimento, o que acaba fazendo com que se tornem mais críticas.

Este é um processo muito positivo, uma vez que todos estamos, aos poucos, consumindo de forma mais consciente.

Isso implica, obviamente, em melhoria de serviço e de atendimento, afinal de contas, você precisa atender um consumidor exigente:

É o fim, portanto, do mercado acomodado e comoditizado, já que você precisa fazer a diferença para ganhar este consumidor.  

 

Ele quer confiar em você

(Só ele sabe do que ele realmente precisa… Não tente enganá-lo)

O consumidor de hoje não aceitará que você tente enganá-lo ou persuadi-lo de forma desonesta, contando inverdades, fazendo abordagens falsas e fantasiosas sobre o seu produto ou serviço.

O melhor que você tem a fazer é:

Conhecer muito bem aquilo que você vende, a ponto de focar nos pontos positivos dele, sempre tentando melhorar aqueles aspectos nos quais você sabe que ele deixa um pouco a desejar.

 

Ele quer que você entenda que a relação de consumo, como qualquer outra, é uma troca

(Pera lá, meu amigo… Não é assim!)

E como toda troca, ele quer saber o que você pode fazer por ele.

Você resolve o problema que ele tem?

O que você consegue fazer para sanar aquela dor que ele sente?

Você está interessado apenas no dinheiro dele ou quer ajudá-lo?

Hoje, tudo isso é levado em consideração e, por essa razão, estratégias de marketing de conteúdo fazem tanto sentido.

 

Ele quer que a sua marca tenha significado pra ele

(Você já descobriu o potencial de fazer sua marca gerar fascínio?)

 

  • Uma premissa do mercado do marketing digital:

Não tenha clientes, tenha fãs.

É uma forma simples de fidelizar clientes.

Tão simples quanto dois mais dois são quatro: crie uma identidade de marca que seja honesta, humana e verdadeira, com valores e princípios.

As pessoas vão se identificar com essa identidade e isso vai gerar engajamento delas com a sua marca, porque terá significado.

O resultado é muito mais do que tornar-se referência: é fazer parte da vida do consumidor.

Isso é maior do que qualquer meta de venda.