Gestores são responsáveis por transportar litros de informações todos os dias. E-mails longos, ligações intermináveis e conversas no whatsapp fazem parte do dia a dia desse tipo de profissional. Enviar uma informação de um lado para outro vai muito além de um simples copiar e colar. As mensagens precisam ser lidas/escutadas (tempo), interpretadas (+tempo), revisadas (+tempo) e encaminhadas (+tempo) de uma maneira que o destinatário entenda corretamente. Caso contrário, a mensagem volta (+tempo) e precisa ser reencaminhada novamente (+tempo).

Quem não se comunica

Quem não se comunica…

Estima-se que na gerência de projetos, até 90% do tempo “gasto” seja com a comunicação. Ou seja, por mais que o projeto seja de extrema complexidade de execução, o gerente fica predominantemente administrando informações de um lado a outro, garantido assim que está sendo tudo feito da maneira correta. Deixar de passar uma informação (seja por esquecimento ou por menosprezá-la) pode arruinar o trabalho de uma equipe inteira e trazer gastos que não precisavam acontecer.

Algumas vezes, a mensagem acaba sendo repassada, mas não por completo, por o remetente entender que o destinatário fará sua correta compreensão mesmo com ela pela metade (ou até menos que isso). Isso ocorre, por exemplo, quando alguns dados precisam ser buscados em outras fontes ou algumas ideias parecem estar explicadas superficialmente. Quem está passando ou criando aquela informação, ao não se dedicar em descrevê-la com detalhes ou de sustentá-la com os devidos argumentos, acaba por sonegar da outra parte itens importantes para o seu correto entendimento.

Por exemplo, ao iniciar uma campanha de marketing digital, se o cliente não se dedica a exemplificar as peculiaridades do seu público alvo para a agência, esta pode estar colocando no ar campanhas que não se encaixam em nada com o interesse dos compradores. Por outro lado, é papel da agência perceber isso e investir tempo na argumentação sobre a importância dessa atenção do cliente para o sucesso da campanha.

Redundância pode ser sua aliada.

Redundância pode ser sua aliada.

Por isso, a redundância pode ser uma ótima aliada. Por mais que determinados dados pareçam estar repetitivos, o custo-benefício de colocá-los novamente em um e-mail ou de explicá-los mais detalhadamente é ótimo. Adotando essa prática, o gestor garante que a informação está completamente alinhada com o restante da equipe e previne que ações sejam tomadas com base em equívocos.