Você já leu aqui no blog um resumão sobre o potencial de usar o Snapchat na comunicação de uma empresa e também alguns cases de marcas no aplicativo. Hoje vamos nos aprofundar ainda mais no assunto e ver como usar, efetivamente, o Snapchat para marcas.


Você também pode se interessar por estes posts:

– Já pensou em usar Snapchat na comunicação da sua empresa?
– Algumas dicas bacanas de Instagram para Empresas
Tendências para web design em 2015


Então, para finalizarmos a nossa trilogia série de posts sobre a ferramenta, fomos atrás de alguém com experiência no assunto e encontramos a Gestora de Redes Sociais Ariana Luz. Ela atende o curso pré-vestibular Gaia – cliente da agência Trends Content, de Florianópolis – e nos falou bastante sobre como o trabalho é feito no dia a dia, além de várias dicas de utilização do Snapchat para marcas.

Snapchat para marcas

Snapchat para Marcas na vida real

A ideia de utilizar o Snapchat surgiu depois de uma ida da Ariana ao curso para criar conteúdo para as outras redes sociais do Gaia. Conversando com os alunos, ela notou que eles viam o app como algo legal e sugeriu incorporar o Snapchat na comunicação do pré-vestibular – que foi aceita com entusiasmo tanto pela agência quanto pelo cliente.

“O cliente gostou bastante! Até sugeriu alguns posts para fazermos no Snap. O pessoal aqui da agência também super apoiou a ideia”, conta.

Para implementar a ideia, Ariana teve que fazer uma pesquisa grande para entender a ferramenta e saber as melhores formas de utilizá-la: aplicativos complementares, tamanhos de tela e quais as que se adaptam melhor ao conteúdo, formas de mensuração, etc.

“Eu procurei muita coisa de fora, pesquisas gringas sobre o uso de Snapachat e o que as marcas estavam fazendo. Mesmo antes eu já pesquisava bastante sobre Snapchat, como formas de fazer upload de imagens sem ser em tempo real“, explica Ariana.

Esse app para upar imagens é o Snap Up e é importantíssimo para fazer bom uso do Snapchat para marcas. Além de burlar a necessidade de publicar no horário e do lugar em que você está, também permite que as imagens ou os vídeos sejam editados e tratados, deixando o snap “mais bonitinho”.

Snapchat para marcas

Apesar de ser um aplicativo essencialmente pessoal, de acordo com Ariana, os usuários já estão se acostumando com a presença de empresas. “Desde que, claro, a empresa não saia adicionando todo mundo feito louca, né?”, brinca.


Quer usar o Snapchat para divulgar sua empresa?

– Entre em contato e saiba mais


 

No caso do Gaia, a ideia é seguir a mesma linha da fan page do curso, que utiliza bastante o humor nas suas publicações. Porém, é preciso compreender as características do Snapchat, como Ariana explica:

“O desafio é criar algo que atraia o usuário. Não vendendo um produto, mas com um conteúdo legal. Como a pessoa tem só 10 segundos pra visualizar (ou 24 horas se publicarmos na Stories) o conteúdo tem que ser legal.”

Snapchat para marcas

Exemplo de como você pode fazer uma enquete

Ariana também falou sobre a utilização de alguns recursos do Snapchat para marcas que podem ser bem úteis, como o screen shot: como o aplicativo avisa sobre prints, pode ser uma forma bacana de fazer enquetes.

Por exemplo: mande um snap com uma pergunta tipo “Você prefere o vestido azul ou o rosa?”. Aí é só contabilizar com base em quantas pessoas fizeram screen shot dos seus snaps.

E a mensuração?

Não é porque o Snapchat ainda não conta com uma área para verificarmos informações como alcance e interações que a mensuração é deixada de lado. Para conseguir essas informações, a Ariana criou uma planilha que ajuda a contabilizar visualizações e a porcentagem de views com base nas pessoas que o snap foi enviado.

“As informações são todas fornecidas pelo Snapchat quanto tu joga um snap no My Stories. O Snap faz uma coisa que as outras redes não fazem e que é muito legal: mostrar a quantidade de views e mostrar o nome de cada usuário que visualizou”, conta.


Como se não bastasse dar essa baita entrevista, a Ariana também nos liberou uma apresentação linda, todinha focada em Snapchat, que nos ajudou a entender ainda mais sobre o app! Veja abaixo:


E para finalizar, a moça nos deixou mais uma dica para usar o Snapchat para marcas:

Instalar o aplicativo no celular. Só assim a pessoa vai conseguir criar uma ação legal pra marca: conhecendo o funcionamento do app.”

Então é isso: usar bastante e aproveitar bem todas as dicas que a Ariana nos deu! E se você já está usando o Snap para marcas, seja para sua própria empresa ou para algum cliente, conte pra gente o que você anda fazendo! 😀

Ah, e pra quem quiser seguir a Ariana (e o curso Gaia) no Snapchat, é só procurar lá: @ariana_luz e @cursogaia.