Você já sabe que crescer a sua lista de e-mails de forma orgânica e rápida pode ser um grande diferencial para a sua estratégia de marketing digital, certo?

Na estrutura de mercado atual, é necessário estar mais próximo aos seus clientes e prospects do que nunca. Essa estratégia é mais do que indispensável para que a empresa tenha sucesso nos seus lucros. E é aí que entra o marketing digital.

E com o marketing digital, também entra o e-mail marketing.

Por que sua lista de e-mails deve crescer de forma orgânica?

Para que você monte uma boa estratégia de email marketing, é preciso construir e fazer crescer a sua lista de emails. No entanto, isso deve ser feito de forma natural ou orgânica, como chamamos.  Mas por quê?

Num primeiro momento, a ideia de comprar listas de e-mails parece tentadora. Porém, essa estratégia é um tiro no escuro, com muitas chances de dar errado: além de invasiva, não segmenta e não promete engajamento.

“Isso é ruim. Eu não deveria ter feito isso.”

Como aumentar sua lista de e-mails de forma orgânica?

1 – Tenha uma boa oferta

É mais do que essencial ter uma oferta diferenciada e clara. Ser objetivo e mostrar o valor do que você tem a oferecer costumam dar certo no que diz respeito a e-mail marketing.

Pense bem: as pessoas estão em contato com torrente de informações e textos. Para que sua oferta se destaque o suficiente, você tem que mirar no público certo e ser o mais honesto e objetivo possível, sem rodeios.

2 – Elabore bons ebooks

Materiais ricos fazem toda a diferença. Eles são extremamente valiosos, tanto para você como para o usuário – e um dos materiais ricos mais simples e com bons índices de conversão é o ebook.

Não esqueça dos conteúdos com potenciais virais

3 –  Ofereça testes e quizzes

É um fato: conteúdos como os testes oferecidos pelo site Buzzfeed são os preferidos dos usuários! E você está enganado se pensa que eles só funcionam nas redes sociais. Também são ótimos em e-mails. A sugestão é usá-los com um formulário para ser preenchido pelo usuário.

4 – Webinars e a linguagem audiovisual

Webinars se enquadram nos materiais ricos, mas seu diferencial é ser em formato de vídeo – um dos que mais está crescendo atualmente – e possibilitar um certo tipo de interação entre marca e usuário.

Marketing de conteúdo pode ser a chave para um aumento orgânico da sua lista de e-mails

Desculpe o trocadilho

5 – O segredo está no conteúdo de qualidade

O marketing de conteúdo já é mais do que obrigatório para quem quer fidelizar clientes e acertar em cheio no seu público-alvo. Mas como um bom conteúdo ajuda a aumentar sua lista de e-mails?

Primeiro: ao aumentar seu lugar no ranking de buscas do Google, o conteúdo de qualidade já ajuda. Assim, é possível inserir diversos pontos de conversão e geração de leads no seu blog, por exemplo.

6 – Use CTAs

Os CTAs podem ser usados em diferentes formatos. São bastante comuns em texto, mas não se limitam a isso. No caso de CTAs inseridos em produção textual, lembre-se de que eles não têm uma posição obrigatória, mas devem ser encaixados onde houver mais sentido.

CTAs nas redes sociais? Pode, sim!

7 – Use CTAs nas redes sociais

Se você acha que suas ações nas redes sociais devem ficar só por lá, pense de novo. Elas são excelentes ferramentas por si só, mas sempre podemos dar um gás a mais.

Apesar das redes sociais permitirem uma maior sensação de proximidade com os clientes, elas não são tão diretas quanto o e-mail, em que a comunicação se dá diretamente.

Então que tal unir as duas e colocar nas redes CTAs para sua newsletter ou materiais ricos?

Em terra de lista de e-mails, quem tem formulário é rei

8 – Insira formulários nos blog posts

Os formulários são uma ótima estratégia para blog. Eles são especialmente valiosos por permitir a conversão do usuário na própria página, não havendo assim a necessidade de um caminho mais longo.

9 – Insira um ponto de conversão na sua home page

A sua home page é o ponto de referência dos seus visitantes – e provavelmente a sua página que tem o maior número de acessos. Sendo assim, você não deve deixá-la sem um ponto de conversão estratégico.

10 – Nunca subestime uma boa landing page

Sobre as landing pages (lp): não basta você fazer váaarias delas. É preciso que elas também sejam otimizadas. O usuário que chega até uma lp já tem um interesse e cabe a você convencê-lo.

Quer ter um time fera em e-mail marketing trabalhando com a sua empresa? Contate a Big House e vamos conversar!


A Big House é uma agência digital que transforma boas ideias em resultado. Atuando com Marketing Digital e desenvolvimento web desde 2011, somos uma equipe multidisciplinar certificada em Inbound Marketing focado nas melhores estratégias digitais. Entre com contato conosco pelas nossas redes, leia o conteúdo no Blog da Big House ou acesse nosso site para conhecer a Big.