importância do comportamento profissional

Você sabe qual é a importância do comportamento profissional? Se não sabe, vai ter problematização!

Alerta de textão… Mas é pro teu bem!

Ela atravessa o convívio saudável e o comportamento cordial e responsável no ambiente de trabalho. Podendo chegar até a sua saúde. Ser – ou não – workaholic também passa pela importância do comportamento profissional.

Mas o que é ser workaholic e o que isso tem a ver com a importância do comportamento profissional nas empresas?

Workaholism, a doença americana

O termo foi usado pela primeira vez em 1970, nos Estados Unidos. Ele designa exatamente a compulsão por trabalho. Em um primeiro momento, confessar que você é viciado em trabalho não parece uma coisa assim tão grave, certo?

ERRADO!

Desde que o termo foi usado pela primeira vez, psicólogos e pesquisadores da área da saúde se dedicam a descobrir os efeitos dos workaholism nos trabalhadores. A conclusão a que chegaram foi que, apesar de parecer inofensivo, workaholics apresentam os mesmos comportamentos que viciados em drogas, como o fato de praticar compulsivamente um comportamento cujos efeitos a longo prazo são destrutivos.

Você é workaholic? Quais os sintomas?

Geralmente, os workaholics apresentam algumas características em comum. São exemplos sensação de pânico, ansiedade ou senso de perda quando não está trabalhando ou envolvido com atividades profissionais. Além disso, traços de personalidade como perfeccionismo e necessidade de controle estão presentes de forma frequente.   

O workaholism também pode estar sendo usado como uma espécie de muleta para problemas na vida pessoal, como válvula de escape para relacionamentos ruins ou ou para preencher algum tipo de vazio.

Além disso, o estresse que vem com o workaholism ajuda a desencadear distúrbios do sono, ansiedade, abuso de substâncias – como o álcool e o tabaco, por exemplo – e doenças do coração.

A empresa, tecnologia e limites

Um dos problemas do workaholism é que as pessoas compulsivas por trabalho são, geralmente, recompensadas por trabalharem excessivamente. Algo, no entanto, que não acontece com outros tipos de vício. Por isso, é responsabilidade também da empresa cuidar da saúde dos seus funcionários e não estimular esse tipo de comportamento.

A tecnologia também contribui para que cada vez mais pessoas se tornem workaholics. Com recursos como o 4G e wi-fi fica muito mais difícil se desconectar do trabalho – seja no almoço, no final de semana e até mesmo nas férias.

E esse comportamento só é piorado com a valorização do colaborador que passa mais tempo dentro da empresa ou, nesse caso, online nas mídias da empresa 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Convencido da importância do comportamento profissional? Saber traçar limites: aí está o segredo para trabalhar de forma saudável e a principal diferença entre workaholics e trabalhadores dedicado. A sua saúde – física e mental – sempre deve estar em primeiro lugar.

“Quebre o hábito”

 


A Big House é uma agência digital que transforma boas ideias em resultado. Atuando com Marketing Digital e desenvolvimento web desde 2011, somos uma equipe multidisciplinar certificada em Inbound Marketing focado nas melhores estratégias digitais. Entre com contato conosco pelas nossas redes, leia o conteúdo no Blog da Big House ou acesse nosso site para conhecer a Big.