novas regras para anúncios no YouTube

As novas regras para anúncios no YouTube foram divulgadas pelo Google no meio de janeiro do ano passado e a previsão é que, a partir de março de 2018, elas já passem a valer para canais do Brasil e do resto do mundo.

Não é a Dua Lipa, mas são as novas regras!  

Vamos lá?

Aprimorar experiência de usuários e anunciantes

A plataforma, criada em 2005, está passando por uma das suas maiores mudanças. O objetivo do Google com essas novas regras para anúncios no YouTube é melhorar a experiência do usuário mas, principalmente, proteger anunciantes de ter sua publicidade vinculada com conteúdos ofensivos ou impróprios.

Métrica mínima: mil inscritos e 4h de visualização durante um ano

Entre as novas regras para anúncios no YouTube aplicadas pela organização, está a abertura de publicidade apenas para canais com mais de 1 mil de inscritos e com, no mínimo, 4 horas de visualização acumuladas ao longo de um ano. Dessa forma, a possibilidade de monetização dos vídeos fica restrita a um certo número de youtubers. Alguns vloggers da plataforma relataram ter uma queda de até 80% com as novas regras para anúncios no YouTube.

Critérios ficam mais rigorosos

A partir de agora, com esses critérios mais rigorosos, todos os canais que estiverem interessados em ganhar dinheiro com a plataforma serão analisados, levando em consideração não apenas o número de visualizações, mas também o tipo de conteúdo: vídeos sobre assuntos mais polêmicos, como política, serão desmonetarizados.

Relação transparente com anunciantes

Com a adoção dessas novas regras para anúncios no YouTube, a plataforma garante que vai poder ser mais transparente com seus anunciantes. Ainda no primeiro trimestre do ano, os anunciantes vão conseguir obter informações sobre onde suas propagandas estão sendo veiculadas e até como elas estão sendo consumidas.

Para os pequenos canais que usam da monetização, o Google alerta que quem não cumprir os requisitos das novas regras para anúncios no YouTube terá 30 dias para atingir a meta. Caso contrário, perderá a chance de monetizar os seus vídeos.

E aí, pessoal? O Google já deu a letrinha…

Prontos para dançar conforme a música?