Planejamento Estratégico de Conteúdo

É fato: cada vez mais empresas se dão conta do potencial do planejamento de conteúdo. Mais especificamente, 7 em cada 10 empresas investem nesse tipo de estratégia digital. 

Você não tem tanta experiência no assunto, mas gostaria de começar a investir no conteúdo como forma de atrair e fidelizar clientes? Bem, não se preocupe. Separamos algumas dicas que vão ajudar você a estruturar seu planejamento de conteúdo. 

Criando um planejamento de conteúdo infalível! 

1 – Analise e conheça profundamente a sua marca 

Antes de mais nada, você precisa conhecer sua marca a fundo. Só assim saberá como agir e poderá desenvolver um planejamento de conteúdo verdadeiramente relevante. Qual o conceito da sua marca? 

Se você levou mais de 10 segundos para responder, cuidado. Talvez você precise se reconectar com a sua missão, valores e conceito antes de partir para o planejamento de conteúdo. 

Após conhecer profundamente a sua marca, você vai saber como deseja que o público a entenda. O próximo passo será avaliar o que produzir, buscando uma linguagem efetiva entre sua marca e o consumidor. 

Desdobrando seu planejamento de conteúdo desde o início

2 – Quer construir o seu planejamento de conteúdo? Então saiba como ele deve ser estruturado desde o início 

Montar um planejamento de conteúdo significa avaliar todas as ideias – suas e a da sua equipe. Além disso, planejar é certificar-se se que elas não sejam só ideias, mas também virem ações palpáveis. 

Estude o mercado e busque respostas importantes para o seu negócio. Aqui, uma análise SWOT pode vir a calhar, já que ajuda você a conhecer suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. 

Quando você estiver traçando seu planejamento de conteúdo, tente resolver as seguintes questões:

  • Quem é o seu público?
  • O que ele precisa saber sobre a minha marca? 
  • Quais são as principais dores dos meus clientes e como a minha marca pode resolvê-las? 

Estabeleça métricas para acompanhar seu desempenho

3 – Trace metas e objetivos realistas 

Você sabe o que você quer obter com a sua estratégia de conteúdo? Não? Então aqui é a hora de tirar essas dúvidas a limpo. 

Defina seus objetivos e suas metas de maneira realista. Isso não quer dizer que você vai limitar a sua empresa, mas que, conforme os objetivos sejam alcançados, você terá que repensar o planejamento estratégico de conteúdo. 

Não esqueça de estabelecer métricas, afinal, só assim você irá conseguir mensurar o desempenho das ações realizadas até então. 

Quem é quem na hora de consumir um conteúdo digital? 

4 – Esteja ciente de quem é sua audiência 

Saber qual é o público-alvo das suas ações é essencial para o planejamento de marketing de conteúdo. É por isso que, antes de definir qualquer tipo de conteúdo, nós definimos as personas. 

Personas nada mais são do que desenhos dos seus clientes ideias. Quando você for traçá-las, não esqueça de definir quais são os principais problemas enfrentados por elas e como a empresa poderia ajudar a resolvê-los. 

Utilize personas para produzir conteúdos certeiros 

5 – Com as personas bem definidas, chegou a hora de definir os tipos de conteúdo

Não, quando nós falamos de conteúdo, nós não falamos apenas sobre posts de blog em formato de texto. Na verdade, o vídeo e o áudio também devem ser considerados no seu planejamento ideal de conteúdo. 

Listamos abaixo algumas opções de materiais que, conforme a jornada de compra do cliente, tendem a aumentar o número de conversões: 

  • Infográficos;
  • Guias;
  • Webinars;
  • Artigos;
  • E-books;
  • Novidades;
  • Pesquisas;
  • Entrevistas;
  • Cases de sucesso.

Ah! Aqui você não deve se esquecer de levar em consideração as tendências em voga. Se já existem muitos artigos sobre o seu nicho de mercado, por exemplo, não seria melhor aproveitar formatos como planilhas ou e-books? 

Redes sociais e outros canais devem ser utilizados para distribuir conteúdo 

6 – Uma vez que o conteúdo foi criado, ele deve ser distribuído 

Não, divulgar o conteúdo contando apenas com o ranqueamento no Google não é uma boa ideia. Parte essencial do planejamento de conteúdo está em saber como fazer com que os posts sejam consumidos.  

Não esqueça de considerar as redes sociais como meios de divulgação. E não estamos falando só de Facebook e Instagram, mas Twitter e LinkedIn também podem ser boas apostas. 

8 – Otimize o seu conteúdo

A sigla SEO (Search Engine Optimization) não é apenas um nome chique que o marketing digital importou. No mundo da internet, ela é a sua melhor amiga para que o conteúdo tenha um bom desempenho. 

A inserção de expressões buscadas e palavras-chave não pode ficar de fora do seu planejamento de conteúdo, assim como a otimização de outros aspectos, como a segurança e velocidade do site. 

E aí? O que você achou das nossas dicas sobre como criar um planejamento de conteúdo? 

Conta para nós nos comentários se o post foi útil e vai ajudar você a melhorar o seu desempenho profissional!  

A Big House é uma agência digital que transforma boas ideias em resultado. Atuando com Marketing Digital e desenvolvimento web desde 2011, somos uma equipe multidisciplinar certificada em Inbound Marketing focado nas melhores estratégias digitais. Entre com contato conosco pelas nossas redes, leia o conteúdo no Blog da Big House ou acesse nosso site para conhecer a Big.